Que Perfil Docente de Formação Musical para Iniciação Musical no Ensino Artístico Especializado? 1

  • Adalgisa Pontes Instituto Politécnico de Viana do Castelo Conservatório de Música de Barcelos
Palavras-chave: Iniciação Musical, Perfil Docente, Educação/Formação Musical, Ensino Artístico Especializado

Resumo

O presente artigo reflete sobre a problemática da ausência, por parte do Ministério da Educação, de um perfil do docente para o curso de Iniciação Musical. Neste contexto o estudo centrou-se na formação do docente, referente à disciplina de Formação Musical no contexto do 1.º ciclo do ensino básico do ensino especializado da música, de acordo com os docentes que lecionam a disciplina, os diretores das instituições e a análise documental referente ao plano curricular existente na formação de Professores de Formação Musical e Educação Musical. Este artigo focará a perspetiva dos docentes e para tal recorreu-se à metodologia de estudo de caso de natureza qualitativa tendo como técnicas e instrumentos de recolha de dados o focus group, a análise documental e o inquérito por questionário.

Os resultados visam para a necessidade de aprofundar os planos curriculares do 1.º e 2.º ciclo de estudos da formação do docente referente ao Saber Fazer: Didático Pedagógico aliando a uma componente prática e vivencial da música.

Biografia Autor

Adalgisa Pontes, Instituto Politécnico de Viana do Castelo Conservatório de Música de Barcelos

O presente artigo reflete sobre a problemática da ausência, por parte do Ministério da Educação, de um perfil do docente para o curso de Iniciação Musical. Neste contexto o estudo centrou-se na formação do docente, referente à disciplina de Formação Musical no contexto do 1.º ciclo do ensino básico do ensino especializado da música, de acordo com os docentes que lecionam a disciplina, os diretores das instituições e a análise documental referente ao plano curricular existente na formação de Professores de Formação Musical e Educação Musical. Este artigo focará a perspetiva dos docentes e para tal recorreu-se à metodologia de estudo de caso de natureza qualitativa tendo como técnicas e instrumentos de recolha de dados o focus group, a análise documental e o inquérito por questionário. Os resultados visam para a necessidade de aprofundar os planos curriculares do 1.º e 2.º ciclo de estudos da formação do docente referente ao Saber Fazer: Didático Pedagógico aliando a uma componente prática e vivencial da música.

Publicado
2018-09-05
Secção
Artigos