Motivação, Autenticidade e Pragmatismo em Projetos 1

Autores

  • André Fernandes da Cunha Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos (Governo Regional da Madeira)

DOI:

https://doi.org/10.23828/rpea.v4i1.54

Palavras-chave:

Artes, Escola, Aprendizagem, Motivação, Gestão de Projetos, Gestão Organizaciona

Resumo

A conexão do processo de ensino-aprendizagem com projetos escolares desafia a escola como organização e obriga os agentes educativos a ligarem-se à comunidade. A participação da comunidade na escola está estatuída legalmente, mas o modo como se processa no dia a dia depende dos agentes educativos e das relações que estes estabelecem dentro e fora do contexto escolar estrito.
O texto lança uma perspetiva alternativa sobre fatores determinantes no sucesso dos projetos, em especial nas artes, centrada na motivação, na autenticidade e no pragmatismo. Começa na relação professor-aluno, no quadro do processo de ensino-aprendizagem, e termina na relação entre escola e comunidade, no contexto da criação de valor pelas organizações. No percurso, utiliza referências tão díspares como o tipo de motivação, as relações bióticas ou a captura de externalidades.
Mais do que um postulado sobre organização, traz o desafio para um olhar diferente sobre os projetos na escola, sobre o seu impacto e sobre a sua relação com a comunidade.

Publicado

2014-09-29