A Inteligência Emocional, Competências Sociais e Traços Psicológicos de Estudantes Universitários de Dança e Reabilitação Psicomotora

Autores

  • Ana Paula Lebre Faculdade de Motricidade Humana (FMH) – Universidade de Lisboa (UL) /INET-MD
  • Elisabete Monteiro Faculdade de Motricidade Humana (FMH) – Universidade de Lisboa (UL) /INET-MD
  • Henrique Amoedo Doutorando da Faculdade de Motricidade Humana (FMH)
  • Rui Martins Faculdade de Motricidade Humana (FMH) – Universidade de Lisboa (UL)

DOI:

https://doi.org/10.23828/rpea.v4i1.47

Palavras-chave:

Dança, Reabilitação Psicomotora, Inteligência Emocional, Competências Sociais, Traços Psicológicos

Resumo

O estudo pretendeu identificar e explorar o impacto de duas disciplinas envolvendo vivências de mediação corporal em alunos de Dança (D) e de Reabilitação Psicomotora (RPM). Participaram 29 alunos do 1.º ano das Lic. de D e RMP, antes e após a frequência das disciplinas. Os instrumentos utilizados foram a Escala de Inteligência Emocional, Questionário de Competências Sociais e Questionário de Traços Psicológicos. Principais resultados indicam: níveis acima do valor médio de inteligência emocional; diferenças significativas entre os alunos de D e RPM; diminuição na perceção de competências sociais, particularmente nos alunos de D entre o primeiro e segundo momento de avaliação. Quanto aos traços psicológicos os alunos de D preferiram o eixo, ser-sentimental-sentir os factos, enquanto os alunos de RPM optaram preferencialmente pelo eixo saber-racional-analisar. Verificou-se um aumento na escolha do eixo ser-sentimental-sentir os factos, nos alunos de D e RPM.

Publicado

2014-09-29